Em reunião com deputado federal Charles Evangelista, FOSEFE manifesta preocupação com Reforma administrativa e Plano Mais Brasil e cobra posicionamento do parlamentar

Dando continuidade ao plano de ação contra  a Reforma administrativa e as Propostas de Emendas Constitucionais que compõem a o Plano Mais Brasil (PECs 186, 187 e 188/2019)  e visam a destruição dos serviços públicos, representantes do Fórum de Servidores Públicos Federais de Juiz de Fora, do qual o SINTUFEJUF faz parte, se reuniram na tarde desta segunda-feira, 27 de janeiro, com o Deputado Federal Charlles Evangelista. Na ocasião, foi entregue ao deputado, uma publicação da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (leia do documento), que  aponta os prejuízos da Reforma. Solicitada em dezembro pelo fórum integrado por SINFUFEJUF, APES, SINASEFE (Barbacena e Rio Pomba), SITRAEMG, SINDIRECEITA, SINDSEP-MG e SINTSPREV,  o objetivo era dialogar com o parlamentar e manifestar a preocupação destes sindicatos caso essas medidas sejam aprovadas.

De acordo com o Coordenador Geral do SINTUFEJUF, Flávio Sereno, o documento é baseado em artigos, entrevistas e declarações de autoridades, apresentando a reforma,  e demonstrando a partir de dados oficiais que os mitos do serviço público, que justificariam a reforma, não se sustentam. “É um documento interessante, que a gente está usando para fazer o nosso grupo de estudo”, afirma Flávio. Entre as propostas de emenda constitucionais, o coordenador demonstra especial preocupação com a possibilidade de redução de salário dos servidores públicos em até 25% e fim da estabilidade. “A gente entende isso como um bombardeio ao serviço público e por consequência aos seus usuários. Por isso a gente está fazendo esse movimento de conversar com os deputados federais, estamos buscando espaço na Câmara Municipal para realizar audiência pública, materiais de divulgação, grupos de estudos para entender cada detalhe das PECs” explica.

Em relação à redução salarial, Charlles Evangelista se posiciona totalmente contrário, enquanto servidor público e deputado. “Qualquer tipo de redução salarial eu sou contra, o que já foi conquistado ao longo de anos é complicado mexer. Diminuição de salário, que dependa do meu voto, não vai ter”, se compromete o parlamentar. Entretanto, para ele é preciso encontrar um meio termo. O deputado afirma desconhecer o projeto. “A medida que acontecer os debates, a gente vai formar opinião”. Em relação a estabilidade, ele acredita ser importante para a autonomia do serviço público, mas irá aguardar as propostas do governo para se manifestar.

Esta é a segunda reunião do FOSEFE com parlamentares da região, e faz parte do plano de ação contra a Reforma Administrativa. Na semana passada o fórum se reuniu com a deputada federal Margarida Salomão, e aguarda resposta para ser recebido pelo também deputado federal, Júlio Delgado. Na manhã de hoje, 28, foi protocolado um ofício na Câmara Municipal solicitando o agendamento de Audiência Pública e espaço na Tribuna Livre. A Tribuna foi marcada para o dia 11 de fevereiro às 17h30.

E no dia 12, acontece a Audiência Pública em Defesa dos Serviços e Servidores Público, na Câmara dos Deputados, em Brasília. O evento será transmitido pelo FOSEFE no auditório da Sede Administrativa do SINTUFEJUF.

Confira a entrevista:

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF