TAES APROVAM CALENDÁRIO DE LUTAS E CONSTRUÇÃO DA GREVE GERAL

Em assembleia geral na manhã de ontem, dia 3 de outubro, no Anfiteatro da Reitoria, os trabalhadores técnico-administrativos em educação (TAEs) da UFJF aprovaram o calendário de lutas da Fasubra, com a construção de uma greve geral unificada, ainda este mês. O movimento objetiva a defesa da carreira TAE, a manutenção do Plano de Cargos e Carreira dos Técnico-Administrativos em Educação (PCCTAE), a revogação da Reforma Trabalhista e, além disso, posiciona-se contra a Reforma da Previdência e o Programa de Demissão Voluntária (PDV). 

    A proposta de greve surgiu durante a Plenária Nacional da Fasubra, realizada entre os dias 15 e 17 de setembro em Recife (PE), que reuniu cerca de 170 delegados de entidades de base de todo o Brasil, filiadas à Federação.
    De acordo com a Coordenadora Geral do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Instituições Federais de Ensino (Sintufejuf), Maria Ângela Costa, as atividades do mês de outubro preveem o indicativo de greve para o dia 23. A intenção é fazer uma greve unificada, dialogando com outras entidades do serviço público e, com isso, ganhar forças para barrar as reformas impostas pelo Governo Temer.

 Ato em Recife (PE)

     Antecedendo a Plenária da Fasubra, no dia 14 de setembro, a Federação organizou um ato na Avenida Boa Viagem, em Recife, que terminou com uma atividade em frente à residência do Ministro da Educação, Mendonça Filho. A manifestação, que contou com a participação de cerca de 600 pessoas, foi contra as reformas na carreira TAE, prometidas pelo Governo Federal; corte de recursos e falta de investimentos na educação pública. 
No mesmo dia, no turno da tarde, juntamente com outras entidades de classe, foi realizado um novo ato, com concentração na Praça Derby. Segundo a coordenadora do Sintufejuf, Eliane Silva, que participou das atividades, as mobilizações tiveram maior visibilidade do que as ocorridas em Brasília, uma vez que houve cobertura dos veículos de comunicação e não ocorreu repressão policial.

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF