TAE do Arquivo Central, Andreia de Freitas publica artigo em revista da Casa D’Italia

Na última terça-feira, 30, foi publicada a revista n°14 da Casa D’Italia com a participação da técnica-administrativa em educação e doutora em História da arte, Andreia de Freitas. Em seu artigo, ela escreve sobre a participação da cidade de Juiz de Fora na Exposição Internacional de Milão devido a fatores como a importância regional da mesma e a presença da primeira grande usina hidroelétrica da América Látina. 

Criada pelo Departamento de Cultura da Associação Casa de Itália, a revista tem o objetivo de ampliar a relação da Casa D’Italia de Juiz de Fora e suas associações com a cidade e região,  a fim de fomentar discussões que valorizem e ampliem o olhar sob a influência da cultura italiana na brasilidade. 

O convite para a publicação na edição da revista veio em conjunto ao convite para participar de uma live pertencente a programação em comemoração ao Mês Nacional do Patrimônio Cultural da Casa D’Italia, onde foram abordadas as ações que a Casa e o Arquivo Central estão realizando nas questões de organização e preservação do acervo, acesso e divulgação e educação para o patrimônio. 

De acordo com Rafael Bertante, historiador e membro do Departamento de Cultura da Casa D’Italia de Juiz de Fora, foram reunidas falas de diversas pessoas, que de alguma forma atuam em prol do Patrimônio. Os vídeos com esses conteúdos foram divulgados no Facebook, Instagram e Youtube. “No texto, a Andreia nos mostrou, na prática, tamanha importância do Arquivo Central da UFJF, pois a partir de documentos encontrados em seu acervo, foi possível vislumbrar histórias dos imigrantes italianos, residentes em Juiz de Fora, na Exposição Internacional de Milão”, nos conta Rafael. “Ambos os trabalhos foram enriquecedores. Laços foram estreitados! E o Arquivo Central da UFJF nos mostrou, como sempre, que em seu acervo há um mundo a ser descoberto. Seja contando a história da imigração italiana em Juiz de Fora, seja ajudando a escrever tantas outras histórias da cidade e região”, conclui. 

Para Andreia, TAE do Arquivo Central, a importância do mesmo se deve ao trabalho de tratamento e preservação de um grande acervo, com documentos de valor histórico, que remonta ao século XIX, voltado para a história e formação da cidade de Juiz de Fora. São documentos importantes, que contém muita informação, inclusive sobre a imigração italiana, a construção da Casa d’Italia, entre outros. “É nosso papel trabalhar, e aqui posso falar em nome da equipe do Arquivo Central da UFJF, na educação para o patrimônio, desenvolvendo ações para acesso à informação e divulgação de acervos. Quando as pessoas conhecem o patrimônio cultural da cidade estabelecem relações de apropriação e pertencimento, o que consequentemente ajuda muito na preservação dos mesmos”, diz ela.

A 14° edição da revista da Casa D’Italia, assim como as edições anteriores, podem ser acessadas através do site, já o Arquivo Central da UFJF encontra-se temporariamente fechado devido aos protocolos de segurança da pandemia mundial do coronavírus, porém, em seu funcionamento normal, pode ser visitado por toda população e consultado para pesquisas.

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF