SINTUFEJUF realiza prestação de contas do exercício de 2019

Os coordenadores Flávio Sereno, Felipe Santos e Luiz Tegedor apresentaram a prestação de contas do exercício de 2019

Aconteceu nesta terça-feira, 17, a Assembleia Geral dos TAEs da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), campus Juiz de Fora e Governador Valadares, e do Instituto Federal Sudeste MG, com a pauta única de apresentar a prestação de contas do exercício de 2019 do SINTUFEJUF. Além de representantes da coordenação do sindicato, também estiveram presentes duas representantes do conselho fiscal.

A assembleia foi encabeçada pelo coordenador administrativo financeiro do SINTUFEJUF, Luiz Tegedor, que ressalta que o movimento sindical e a luta da trabalhadora e do trabalhador também se faz cuidando das finanças de suas entidades. “Peço a todas e todos que, em primeiro lugar, se sindicalize e, em seguida, cuidem da entidade que os representam, se interessem pelo movimento político e pelas suas finanças”, diz Luiz. “Na assembleia de prestação de contas procuramos apresentar um panorama das finanças do SINTUFEJUF no exercício de 2019 e avaliamos de maneira a traçar um retrospecto dos anos anteriores”. De acordo com o coordenador, foi feita uma prestação de contas mais abrangente do que apenas a discussão de contas de maneira protocolar, com o intuito de justificar a necessidade de fazer um superávit nesse momento. “Apresentamos o perfil dos gastos em proporção ao total de despesas e as reduções decorrentes de uma redução no contrato de prestação de serviços jurídicos e renegociações de outros contratos. Basicamente, uma análise dos números absolutos que já são publicados nos balancetes do jornal”, explica.

Durante a assembleia, a conselheira fiscal Silvia Netto classificou como “sério e transparente” o trabalho da direção do sindicato, e disse estar tranquilizada nesse momento quanto às finanças. A outra representante do conselho, Danielle Dalessi, também destacou a importância da entidade apresentar superávit nas contas no exercício de 2019. Luiz Tegedor conclui que “as finanças da nossa entidade melhoraram, mas é importante continuar o esforço para que tenhamos condições de fazer frente aos desafios que a conjuntura impõe aos trabalhadores do serviço público federal, em especial à técnica e ao técnico-administrativo em educação”.

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF