SINTUFEJUF e PROGEPE discutem falhas provocadas pela não conclusão do recadastramento determinado pelo Ministério da Economia

O SINTUFEJUF e a APES participaram na manhã de hoje, 25, de uma reunião a convite da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE). Na ocasião foi informado que as rubricas advindas de processos judiciais serão suprimidas da folha de pagamento de alguns servidores no próximo mês. O problema ocorreu em razão da não conclusão do recadastramento determinado pelo Ministério da Economia para pagamento de parcelas judiciais. O cenário atinge 64 servidores da ativa, aposentados e pensionistas, a maioria docentes e ocorreu em virtude da necessidade de cadastro em uma plataforma diversa, o que ocasionou dificuldade técnica para a regularização do cadastro das rubricas dos servidores da Universidade.
O coordenador geral do SINTUFEJUF, Flávio Sereno ressalta que, segundo informação da PROGEPE, o problema é temporário, devendo ser solucionado no prazo máximo de 2 meses, com pagamento retroativo.
A PROGEPE se prontificou a fazer contato por telefone com todos os servidores afetados. Assim que a instabilidade for corrigida, haverá a regularização das rubricas, bem como o pagamento dos valores suprimidos de modo retroativo.
Deste modo, o SINTUFEJUF se coloca à disposição para tirar as dúvidas advindas desse transtorno, através do e-mail juridico@sintufejuf.org.br ou telefone 32 99106-0482.

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF