SINTUFEJUF e FOSEFE discutem impactos da Reforma Administrativa para o serviço público em audiência pública na Câmara Municipal

Na tarde de ontem, 25, o SINTUFEJUF e o Fórum das Entidades dos Servidores Públicos Federais de Juiz de Fora e Região (FOSEFE) participaram da Audiência Pública “Reforma Administrativa em tramitação no Senado da República e seu impacto no Município”. O debate foi solicitado pelas entidades sindicais que compõem o Fórum e pela vereadora Tallia Sobral (PSOL).

Para o coordenador geral do SINTUFEJUF, Flávio Sereno é fundamental dialogar com o poder legislativo local, uma vez que a PEC 32 impacta o município, seja por alterar profundamente a estrutura dos serviços públicos municipais, seja porque faz o mesmo com os serviços estaduais e federais situados na cidade. “Os Vereadores precisam se apropriar do que significa a proposta e nos ajudar na abordagem dos deputados federais para que estes rejeitem a reforma”, explica. Entre os impactos da Reforma Administrativa, Flávio destaca que a precarização dos vínculos dos trabalhadores resultará na piora no atendimento da população. Ou seja, as novas formas de terceirização e privatização dos equipamentos públicos reduzirá a acesso das pessoas a seus direitos. Por isso, Flávio reafirma a importância da mobilização da população para pressionar os deputados federais e senadores para que votem contra a matéria. Os Vereadores podem ser bons interlocutores para isso. “O tema afeta toda a população, já que direta ou indiretamente somos todos usuários dos serviços públicos. É por meio das políticas públicas que a população acessa seus direitos. O que estão chamando de reforma administrativa não é um problema só de servidor público. Precisamos de cada vez mais envolvimento da sociedade”, afirma.

Conforme a vereadora Tallia Sobral a audiência pública foi um momento importante de diálogo com os movimentos sociais. O debate, segundo ela, evidenciou, mais uma vez, como a Reforma Administrativa é um retrocesso. “A PEC compõe uma política sistemática de ataques aos trabalhadores que já nos impôs a Lei da Terceirização, a Reforma Trabalhista e a Reforma da Previdência. Representa um duro golpe na prestação de serviços públicos, pois abre caminho para o apadrinhamento político em cargos públicos, extingue a estabilidade dos servidores, e facilita a corrupção”, argumenta. Segundo Tallia a Reforma não diminui os privilégios, como seus defensores afirmam, mas pelo contrário, ela não toca na carreira daqueles que possuem os altos salários como os juízes e militares das forças armadas.

“Nosso mandato acredita que defender o servidor é defender um serviço público de qualidade para todas e todos. Por tanto, nesse momento, precisamos criar mais espaço de conscientização e pressão política – como da audiência – para que possamos fazer informações circularem. Dia 29, estaremos em mobilização por todo o país, inclusive em Juiz de Fora. Afinal, fortalecer nossas organizações é imprescindível para barrar mais esse ataque” explica, Tallia.

A audiência é mais uma das ações da campanha do Fosefe contra a Reforma Administrativa e foi transmitida ao vivo pelos canais do SINTUFEJUF, Youtube da JFTV Câmara e Canal 35.1 da TV aberta. O vídeo está disponível no Youtube do Sintufejuf https://www.youtube.com/watch?v=-db3vM2cwS8 (obs. A transmissão inicia aos 13min do vídeo).

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF