MOBILIZAÇÃO DERRUBA PROIBIÇÃO A REAJUSTE PARA SERVIDORES EM 2019

Com a mobilização da Fasubra e das demais entidades representativas do Serviço Público Federal (SPF), o Congresso recuou e retirou do texto-base da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), do relator Dalírio Beber (PSDB/SC), a proposta de congelamento de salário para os servidores em 2019. O texto original proibia também a criação de cargos no serviço público e diminuía em 10% as verbas de custeio destinadas aos órgãos públicos, no entanto, este percentual foi reduzido para 5% em 2019.

 A sessão conjunta entre deputados e senadores, que aprovou a LDO, ocorreu na noite de ontem, 11, no Congresso Nacional. A proposta agora segue para sanção presidencial.

Compreendendo a gravidade das medidas propostas pelo relator da LDO, que prejudicaria a Campanha Salarial 2018, a Fasubra Sindical orientou as bases a pressionarem os parlamentares a votarem contra o texto, e a realizarem atividades locais de mobilização. Em Brasília, foi feito um plantão no congresso enquanto aguardava a votação. Já na véspera da sessão, a Federação se reuniu com o relator Dalírio Beber para cobrar a retirada dos ataques aos servidores, no texto.

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF