Sintufejuf inaugura Espaço lúdico educativo Maria Firmina dos Reis na próxima quarta às 18h

Na próxima quarta-feira (07) o Sintufejuf inaugura o espaço Espaço lúdico educativo Maria Firmina dos Reis, às 18h. O evento de lançamento vai contar com a participação de Aline Pachamama, educadora indígena que fará dinâmicas de grupo e Mara Bontempo, a palhaça Maria Pudim. A coordenadora de educação e formação sindical do Sintufejuf, Natália Paganini, afirma que “muitas mulheres deixam de participar [das atividades sindicais] por serem mães e principais ou únicas cuidadoras de suas filhas e filhos, consequência da cultura machista” e que esse “é um importante passo do Sintufejuf de tomar para si essa responsabilidade e garantir às mulheres a plenitude do exercício de seus direitos políticos”.

O espaço servirá para que mães e pais tenham um ambiente seguro e educativo para deixar suas crianças quando forem a assembleias, atos políticos, cursos, seminários e atividades de mobilização nas quais não queiram levar suas filhas/os. A sala contará com brinquedos, em sua maioria de produtoras e produtores locais, sustentáveis e criativos, biblioteca, tapete de segurança, jardim de ervas, baú de fantasias e haverá uma educadora responsável pelas crianças durante o tempo de permanência no local. Caso as atividades não sejam na sede do Sintufejuf haverá transporte disponível.

O uso do espaço é destinado a crianças entre 6 meses e 12 anos, tem capacidade para aproximadamente 15 crianças e funcionará a partir da demanda de sindicalizadas/os, trabalhadoras/es do Sindicato e militantes de outras entidades e movimentos, caso a atividade seja feita em conjunto com o Sintufejuf. Poderá funcionar em quaisquer dias da semana e horários. O agendamento precisa ser feito com até 24h de antecedência, através do e-mail edusintufejuf@gmail.com ou pelo telefone 32157979.

Quem é Maria Firmina dos Reis?

Considerada a primeira escritora brasileira, Maria Firmina dos Reis é pioneira na literatura, educação e na luta por liberdade. Mulher, negra, nascida em São Luís, no Maranhão, escreveu seu primeiro romance, “Úrsula”, em 1859. Além de inaugurar a escrita feminina no Brasil, ela também abriu as portas para os romances que faziam crítica à escravidão. “Úrsula” expõe a crueldade dos senhores de escravos, representado na história pelo vilão Fernando, e dá vida às vítimas da escravidão, através da personagem Suzana, que sempre relembra seus momentos de liberdade. Além disso Maria Firmina dos Reis foi a primeira mulher aprovada em um concurso público no Maranhão para o cargo de professora do ensino básico. Em 1880, anos antes da assinatura da Lei Áurea, Maria criou a primeira escola mista, aberta para meninas e meninos, em Guimarães (Portugal). 

“O amanhã pertence a nós, trabalhadoras”

A inauguração do Espaço lúdico educativo Maria Firmina dos Reis faz parte da programação do Março de luta das mulheres do Sintufejuf, que conta com palestras, exibição de filmes, feira e uma assembleia que acontecerá AMANHÃ para discutir a greve internacional de mulheres. A semana de atividades será encerrada com um ato político, no dia 8 de março, às 17h, na Praça da Estação.

Confira aqui fotos do espaço:

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF