Dia Nacional da Visibilidade Lésbica

Hoje, 29 de agosto é comemorado o dia Nacional da Visibilidade Lésbica. Instituída em 1996, durante a realização do 1º Seminário Nacional de Lésbicas (SENALE), organizado pelo Coletivo de Lésbicas do Rio de Janeiro (COLERJ), a data tem como objetivo marcar a luta pelo combate à lesbofobia.

Além da perpetuar a discriminação, ainda hoje, a invisibilidade contribui para ausência de projetos voltados as mulheres lésbicas, na saúde pública por exemplo. Desta forma, é imprescindível pensar políticas públicas que atendam à diversidade. Para isso, é preciso reconhecer os diversos processos de preconceito, exploração e discriminação existentes na sociedade.

 Além da lesbofobia, as mulheres lésbicas enfrentam inúmeras outras opressões cruzadas, sendo vítimas do machismo, da misoginia, do sistema patriarcal e heteronormativo que tenta impor regras e padrões para as relações sociais, culturais, econômicas, interpessoais.

Isso faz com que as mulheres negras, lésbicas e pobres sofram violência com mais frequência e muitas vezes com um grau maior de barbaridade quando comparadas as mulheres brancas e de maior poder econômico.

Alvos de violência em todos os espaços, como a família, a rua, os hospitais, a escola, o trabalho, as mulheres lésbicas têm constantemente a sua representatividade negada.

O SINTUFEJUF orgulhosamente apoia a causa das mulheres lésbicas.

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF