Dia Internacional da Enfermagem

Neste 12 de maio, Dia Internacional da Enfermagem, o SINTUFEJUF homenageia e agradece a todas e todos os profissionais dessa área, que seguem na linha de frente do combate à Covid-19, cuidando e salvando vidas, com zelo e dedicação. Diante do descaso do governo com a pandemia, como o atraso na aquisição de vacinas, a falta de adoção de medidas que possam  frear o contágio, sem um auxílio emergencial que realmente permita às pessoas ficarem em casa, os hospitais têm permanecido em colapso. Nesta realidade, profissionais da enfermagem, em especial do Sistema Único de Saúde (SUS), estão sendo verdadeiros guerreiros e guerreiras. Muitas vezes lidam com a falta de Equipamento de Proteção Individual (EPI), falta de insumos, além de hospitais lotados e sucateados, arriscando as suas próprias vidas e privando-se do convívio de seus familiares. Tudo isso sem o devido reconhecimento, sofrendo perdas de direitos como cortes de insalubridade, por exemplo.

O respeito, reconhecimento e a valorização profissional se manifestam não apenas em homenagens, mas nas condições de trabalho adequadas e dignas e em salários justos. Deste modo, o Projeto de Lei 2564/2020 em tramitação no Congresso Nacional visa instituir o Piso Salarial Nacional para a categoria.

Após mais de um ano de pandemia, enfermeiras, enfermeiros, auxiliares, técnicas e técnicos de enfermagem continuam sobrecarregados. Infelizmente, mesmo já existindo vacina, de vários fabricantes, ainda necessitam intubar pacientes que nem sempre sobrevivem, pois sequer chegaram a ter acesso aos imunizantes. Até o momento, menos de 10% da população brasileira recebeu a segunda dose, necessária para a completa proteção do indivíduo.

Por isso, é fundamental que o governo invista na produção e aquisição de vacinas, e na imunização pelo SUS para que todas e todos tenham acesso.

#Vacinaparatodasetodosja

#AuxilioEmergencial

#DiaInternacionaldaEnfermagem

#Enfermagem

#PL2564

#VivaoSUS

#Vivaosprofissionaisda saude

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF