SINTUFEJUF realiza reuniões em GV para buscar soluções de questões apresentadas pelos TAEs do campus avançado

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas

Durante a última terça-feira, 21 de janeiro, o SINTUFEJUF esteve em Governador Valadares para atender algumas demandas locais. Na parte da manhã, o sindicato, através da representante Isadora Pacheco e dos coordenadores Flávio Sereno (geral) e Pedro Cuco (jurídico),  se reuniu com a técnico-administrativa (TAE), membro da comissão de reforma administrativa do campus da UFJF em Governador Valadares, Flávia Carvalho dos Santos, e a também TAE Érica Sá, que representa a comissão que discute a possibilidade de emancipação do campus avançado. De acordo com o coordenador geral do SINTUFEJUF, Flávio Sereno, até o momento, embora a primeira comissão tenha portaria publicada, ainda não realizou nenhuma reunião. Já a segunda, não teve nem mesmo a portaria publicada. “Conversamos com a Flávia e a Érica conjuntamente, por entender que os assuntos estão relacionados. Ambas desconheciam o “Projeto de Descentralização Administrativa e da Execução Orçamentária e Financeira” publicado em 2018”, afirma Flávio. Segundo ele, o encaminhamento da reunião foi de estudar o documento, e posteriormente debater em assembleia para verificar se atende ou não aos anseios da categoria, uma vez que, conforme as representantes, a discussão não aconteceu de forma participativa no campus avançado. Em relação a  emancipação, o debate foi de muita preocupação com os rumos que este processo pode tomar, visto que o governo lançou nova versão do Future-se. Também foi discutido a falta de infraestrutura, força de trabalho e recursos que pudessem garantir uma possível emancipação.

Para Isadora, a reunião foi importante para conhecer melhor e ampliar o alcance das comissões, tornando seus trabalhos mais efetivos. “Nós frisamos com os membros que antes de ser feito o relatório definitivo, fosse passado uma prévia para discutirmos em assembleia” explica Isadora. Segundo ela, a partir da presença do sindicato, foi possível fazer valer o direito de presença dos TAEs na comissões.

Ainda na parte da manhã, o SINTUFEJUF se reuniu com TAE´s fisioterapeutas do Departamento de Fisioterapia do Instituto de Ciências da Vida (ICV), para discutir questões de relacionamento interpessoal, como indícios de assédio moral além de desvio de função. Conforme Isadora, na ocasião o sindicato prestou auxílio às trabalhadoras para que estes problemas sejam combatidos, elas possam ter um ambiente de trabalho sadio e executar com tranquilidade o seus serviços. “Nós estávamos ali para ajudá-las porque essas questões têm gerado adoecimento nas fisioterapeutas. Nós precisávamos acompanhar de perto o que estava acontecendo”, conta a representante do SINTUFEJUF. O Objetivo do encontro era a preparação para a reunião que aconteceria na tarde do mesmo dia, com o novo chefe de Departamento, professor Rafael Marins Rezende. 

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas

A partir das informações das trabalhadoras, foi realizado um parecer jurídico do sindicato e entregue ao professor Rafael, pelo coordenador jurídico do SINTUFEJUF, Pedro Cuco. Conforme o coordenador Flávio Sereno, nesta reunião, foram discutidas condições de trabalho, desenvolvimento dos estágios do curso e a participação dos TAE´s em atividades acadêmicas de ensino, pesquisa e extensão. O sindicato relatou as reuniões que teve com a direção do campus GV, direção do ICV e com a pró-reitora de graduação da UFJF, na tentativa de resolver os problemas de ambiente de trabalho e a dificuldade de diálogo com a antiga chefia do departamento. Incluindo a tentativa mal sucedida de conseguir uma reunião entre o SINTUFEJUF e a antiga chefe para tratar do assunto.  “ O novo chefe se comprometeu em pautar a questão dos estágios na próxima reunião do departamento de fisioterapia em fevereiro, e se mostrou interessado em se empenhar para a melhoria das condições de trabalho das TAE´s fisioterapeutas com diálogo e respeito”, afirma Flávio.

A última reunião aconteceu com o Diretor do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA), Diretor Dênis Alves Perdigão. A pauta foi o serviço de zeladoria do prédio da Faculdade Pitágoras, onde funciona o ICSA e parte do ICV. Segundo Flávio, atualmente, parte desse serviço é desenvolvido por TAE´s que não tem esta atividade como atribuição de seus cargos. o SINTUFEJUF apresentou uma série de sugestões de como resolver a questão, ficando a direção do ICSA de tentar resolver a situação em diálogo com a reitoria da UFJF e com a direção da Faculdade Pitágoras. De acordo com Isadora, são necessárias negociações com o Pitágoras, com a direção e a reitoria, sobre questões que acabam gerando desgastes nas relações de trabalho. “O professor Denis se comprometeu a conversar sobre o assunto na próxima semana com a reitoria, e o sindicato irá aguardar o resultado deste reunião, mas continuaremos trabalhando e acompanhando as questões levantadas pelos técnicos.”, afirma Isadora. 

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF