Câmara dos deputados reverte votação do Senado e mantém veto de Bolsonaro que proíbe reajuste a servidores públicos

 A Câmara dos Deputados decidiu, nesta quinta-feira, 20, manter o veto do presidente Jair Bolsonaro à possibilidade de reajustes a funcionários públicos da saúde, educação e segurança pública. Com a decisão, os servidores públicos terão seus salários congelados pelo menos até dezembro de 2021. Na quarta, 19, o Senado havia votado pela derrubada do veto. Porém devido a pressão do governo, a sessão na Câmara que aconteceria no mesmo dia foi adiada para ontem, abrindo espaço para articulação com os parlamentares. O congelamento foi incluído como contrapartida ao auxílio federal previsto em lei para estados e municípios.

Ao todo, foram 316 votos favoráveis, 165 contrários e duas abstenções. Entre a bancada mineira, 32 dos 53 deputados federais, ou seja 60% , votou pelo congelamento de salário.

Veja como votou cada deputado de Minas Gerais:

A favor do congelamento de salário

Aécio Neves, do PSDB;
Bilac, do DEM;
Charles Evangelista, do PSL;
Diego Andrade, do PSD;
Dimas Fabiano, do PP;
Domingos Sávio, do PSDB;
Dr. Frederico, do Patriota;
Eduardo Barbosa, do PSDB;
Emidinho Madeira, do PSB;
Enéias Reis, do PSL;
Eros Biondini, do Pros;
Euclydes Pettersen, do PSC;
Franco Cartafina, do PP;
Fred Costa, do Patriota;
Fábio Ramalho, do MDB;
Gilberto Abramo, do Republicanos;
Greyce Elias, do Avante;
Hercílio Costa Diniz, do MDB;
Junio Amaral, do PSL;
Lafayete de Adrada, do Republicanos;
Luís Tibé, do Avante;
Marcelo Aro, do PP;
Mauro Lopesm do MDB;
Misael Varella, do PSD;
Newton Cardoso Júnior, do MDB;
Paulo Abi-Ackel, do PSDB;
Pinheirinho, do PP;
Rodrigo de Castro, do PSDB;
Stefano Aguiar, do PSD;
Tiago Mitraud, do Novo;
Zé Silva, do Solidariedade
Zé Vitor, do PL.

Contra a proibição de aumento de salário

Delegado Marcelo Freitas, do PSL;
Júlio Delgado, do PSB;
Leonardo Monteiro, do PT;
Léo Motta, do PSL;
Margarida Salomão, do PT;
Mário Heringer, do PDT;
Odair Cunha, do PT;
Padre João, do PT;
Patrus Ananias, do PT; 
Paulo Guedes, do PT;
Reginaldo Lopes, do PT;
Rogério Correia, do PT;
Subtenente Gonzaga, do PDT;
Vilson da Fetaemg, do PSB;
Weliton Prado, do Pros
Áurea Carolina, do Psol.

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF