Assembleia geral aprova primeira eleição em formato híbrido (online e presencial) para Diretoria Executiva do SINTUFEJUF. Votação acontece nos dias 13 e 14 de dezembro

26/10/2021

Pela primeira vez na história do SINTUFEJUF, a eleição para a Diretoria Executiva do sindicato (triênio 2022/2025) contará, além das urnas presenciais e cédulas em papel, com a possibilidade de votação online. A decisão aconteceu durante Assembleia Geral das trabalhadoras e trabalhadores técnico-administrativos em Educação da UFJF e IF Sudeste MG na manhã desta terça-feira, 26. Na ocasião foram aprovados o calendário e o Regimento Eleitoral, e a escolha da Comissão Eleitoral Provisória. Deste modo, conforme data aprovada por unanimidade, as eleições serão realizadas nos dias 13 e 14 de dezembro de 2021.

Durante o debate, o único ponto de divergência foi em relação a realização da eleição em formato híbrido ou totalmente presencial. O coordenador de Comunicação do SINTUFEJUF, Márcio Sá Fortes, que apresentou a proposta encaminhada pela direção, defendeu que, uma vez que o retorno presencial dos trabalhadores das instituições de ensino está acontecendo de forma gradual, muitos permanecem atuando de maneira remota. Desta forma, tornou-se inviável mensurar a presencialidade das pessoas nos campi. Assim, conforme o coordenador, ao apresentar a possibilidade de votação online, acredita-se na ampliação da participação da categoria. Segundo ele, o sindicato realizou uma cotação de empresas que oferecem o serviço de votação online, sendo escolhida para apresentar à assembleia, aquela que contemplaria as especificidades das eleições do SINTUFEJUF. Marcio explica que se trata de uma empresa com experiência em eleições sindicais, já tendo realizado pleitos para o ANDES e sindicatos com bastante representatividade. O sistema é criptografado, impede qualquer pessoa de votar mais de uma vez e garante o sigilo do voto. Além disso, quem optar pelo voto em cédula de papel, poderá realizá-lo em qualquer urna de forma presencial.

Após a explanação do coordenador, a técnico-administrativa aposentada, Rosângela Márcia Frizzero defendeu a proposta apresentada por ela e outros participantes da assembleia, de que a votação somente em urnas presenciais e cédulas de papel seria mais democrática, uma vez que muitos sindicalizados não estão habituados ainda com a informatização. Além disso, o sistema online geraria um custo a mais para a instituição. Segundo ela, a categoria já está devidamente imunizada e retomando o trabalho presencial. Entre seus argumentos, Rosângela destacou que as eleições que ocorreriam em 2020 foram adiadas e o mandato da Diretoria Executiva prorrogado para que o pleito ocorresse somente quando houvesse segurança sanitária, e por isso, não justificaria neste momento as eleições adotarem a forma online.

Neste sentido, o coordenador geral, Flávio Sereno, argumentou que naquele momento de 2020 e até a última assembleia de prorrogação de mandato em 2021, a única possibilidade de eleição seria online devido a pandemia. E que nesse caso sim, não seria um formato democrático. Entretanto, o que a diretoria propôs agora, é uma forma híbrida, para contemplar toda a categoria, inclusive aqueles que por qualquer motivo, não possam comparecer presencialmente. Não se tratando portanto, de reduzir as possibilidades de participação mas de aumentá-las, dando ao eleitor a possibilidade de optar pelo voto presencial em cédula ou pelo voto online. Explicou ainda que a resolução do CONSU estabeleceu a manutenção em trabalho remoto de parte significativa da categoria, especialmente os listados na instrução normativa do governo federal. As duas propostas foram levadas a votação, tendo vencido a primeira com 28 votos. Outros 25 votos foram na segunda proposta e duas abstenções. Com esta decisão, a assembleia deliberou pela votação híbrida (presencial e online) proposta pela direção do SINTUFEJUF.

 Os demais pontos que tiveram divergência foram discutidos e alterados em consenso, como a validação de eleitorado e de candidatos aptos, alterações em horários de votação e referente à disponibilização de urnas presenciais.

Conforme o regimento, a inscrição das chapas será no dia 08/11 e a lista de eleitoras/es aptos será divulgada no dia 25/11.

A Comissão Eleitoral provisória será composta por Maria Luiza Lima Costa, Imaculada da Conceição Rodrigues e José Fânias Lima. Após o período de inscrições das chapas será formada a Comissão Plena que comandará o processo até seu término.

Confira o REGIMENTO ELEITORAL aprovado pela assembleia

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF