Apes e Sintufejuf buscam reverter cortes dos benefícios dos trabalhadores na UFJF

O comitê administrativo criado pelo Conselho Superior da UFJF irá se reunir amanhã, 08 de maio, a partir das 10h para discutir encaminhamentos da APES e SINTUFEJUF. Os sindicatos solicitaram que a UFJF determine a inaplicabilidade e inviabilidade da Instrução Normativa nº 28, que prevê cortes de auxílio-transporte, de adicional noturno e de adicional de insalubridade, periculosidade, irradiação ionizante e gratificação por atividades de Raios X ou substâncias radioativas de servidores que estejam atuando em trabalho remoto ou estejam afastados por serem grupos de risco. Conforme a solicitação, o afastamento do trabalho presencial constitui uma medida profilática de saúde individual e coletiva, e as verbas que estariam sendo cortadas possuem caráter alimentar. Os sindicatos argumentaram também que as medidas de combate à COVID-19 são temporárias e não gozam de caráter permanente.

As entidades solicitaram ainda que não seja vedado o cancelamento, a prorrogação ou a alteração dos períodos de férias já programadas para os servidores que exerçam suas atividades remotamente ou que estejam afastados de suas atividades presenciais por força da Instrução Normativa nº 19, de 2020.

Além da solicitação ao comitê administrativo, o SINTUFEJUF e a APES estão recorrendo a medidas judiciais para tentar reverter os cortes.

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF