Almoço das trabalhadoras e trabalhadores reúne cerca de 400 pessoas para comemorar dia das servidoras e servidores públicos.

 

Cerca de 400 trabalhadoras e trabalhadores se reuniram no dia 20 de outubro, sábado, na sede campestre do Sintufejuf, para celebrar o dia das servidoras e servidores públicos e sua história de lutas, no Almoço das trabalhadoras e trabalhadores – luta, alegria e resistência, uma iniciativa da Diretoria Executiva do Sintufejuf.

O cardápio do almoço teve duas opções de carne (escalopinho de boi ao molho madeira e pernil à califórnia), arroz, salpicão, batata souté, massa ao sugo e uma salada especial para as vegetarianas e vegetarianos. De sobremesa foram servidas frutas assadas na brasa, com leite condensado e canela, e picolés dos sabores mais diversos. Durante todo o dia também foram distribuídos saquinhos de pipoca e algodão doce. A coordenadora geral do Sintufejuf, Maria Angela Costa, contou que as pessoas procuravam ela durante o almoço para dizer que estavam saindo de lá energizadas para enfrentar as lutas diárias e que caracteriza o almoço como “maravilhoso” principalmente por causa dos sorrisos que viu no rosto de cada um que estava lá confraternizando.

O evento contou com os shows da sambista mineira Alessandra Crispin e dos roqueiros da Fantástica Banda Invisível – FBI, além da discotecagem dos Discos Voadores, que relembraram músicas icônicas das décadas de 1980 e 1990. As atrações musicais foram muito elogiadas pela categoria. Marcélia Guimarães Paiva, servidora do arquivo central da UFJF, contou que é fã de carteirinha da banda FBI há muitos anos e que adorou vê-los no almoço. Já a servidora Sara Abreu Silva, do Instituto de Ciências Exatas, chamou a atenção para o show da Alessandra Crispin, que levantou gente de todas as idades pra cair no samba. Ambas as servidoras também mencionaram o almoço como um espaço de reencontro e de confraternização com novas pessoas. Também marcaram presença representantes da Reitoria da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), do Diretório Central das e dos estudantes da UFJF (DCE), da Associação dos professores de ensino superior de Juiz de Fora (APES) e do Sindicato dos empregados nos sindicatos e entidades de representação de classe (SESERC).

Além do parquinho, piscina e quadra de futebol da sede campestre do Sintufejuf, as crianças também aproveitaram o pula pula e a piscina de bolinhas contratados especialmente para elas. Para as sindicalizadas e sindicalizados também foram realizados sorteios de produtos cedidos por empresas conveniadas com o Sintufejuf: a rede de benefícios Samta, MB Contabilidade, Iung & Assis Consultoria em Seguros, Bahamas, Uniben, Plasc, Cris Porto Estética, Ingri Ciara Estética e Estúdio Bem Estar de Pilates. 

O coordenador de esporte e lazer do Sintufejuf, Paulo Victor Cota, avaliou que o almoço foi um sucesso. “Já recebemos vários elogios pessoalmente e no grupo do sindicato no whatsapp e as pessoas já estão perguntando quando terão outros eventos como esse”, afirmou Paulo. Ele ainda lembrou que a importância da comemoração do dia das servidoras e servidores públicos é a valorização da categoria. “Fazemos a diferença enquanto técnico-administrativos em educação, somos parte integrante da universidade e com isso fazemos a engrenagem girar. Isso nos torna parte importante da sociedade. No contexto atual do Brasil a gente vê sinais que a categoria dos servidores públicos está ameaçada, então comemorar é trazer essa lembrança de que temos essa importância na sociedade e que isso faz diferença”, afirmou Paulo. A servidora Marcélia Guimarães Paiva também ressaltou a importância do dia como um momento de união e reflexão sobre os direitos, deveres e desafios da categoria. E o técnico-administrativo Denilson Bento da Silva destacou a data como um resgate das raízes do funcionalismo público e de todas as lutas que a categoria teve até a atualidade.

A coordenadora geral do Sintufejuf, Maria Angela Costa, também afirmou que neste ano vivemos o dia das servidoras e servidores públicos mais importante de todos os que ela já passou dentro da universidade. “Nunca a gente esteve correndo tantos riscos, inclusive de perder de vez a autonomia da universidade e de atacarem o que a gente tanto defende dentro da universidade e do serviço público, a democracia”, disse Maria Angela. Para ela o dia de hoje é de celebração do enfrentamento às ameaças que o serviço público está sofrendo.

Confira a seguir todas as fotos do almoço:

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF