Negociação das pautas avança mas permanecem pendências ainda não respondidas pela reitoria da UFJF

Reunião com o reitor da UFJF

Novo concurso público para TAEs ainda não está garantido

 

No último dia 21 de setembro, a coordenação do Sintufejuf se reuniu com a administração da Universidade Federal de Juiz de Fora para tratar sobre as pendências da negociação que se iniciou com as pautas locais da greve de 2017 e outras apresentadas na reunião que aconteceu no dia 1º de agosto 2018. De acordo com o coordenador geral do Sintufejuf, Flávio Sereno, houve avanço nas negociações, no entanto ainda existem pontos não respondidos pela reitoria. Até o momento, não há nenhuma garantia de abertura de novos concursos públicos para o quadro de técnico-administrativo em educação da UFJF. Segundo Flávio, embora o reitor tenha se mostrado preocupado com a ponderação do Sintufejuf sobre possibilidade de proibição de novos concursos pelo próximo governo e a retomada da agenda de reforma da previdência (que pode levar a nova “onda” de aposentadorias), ele não garantiu o prazo para o próximo concurso.

Outro ponto de discussão foi em relação à proposta de alteração na portaria que trata da remuneração dos instrutores dos cursos de capacitação. Na reunião de agosto, o Sintufejuf entregou uma carta aberta à reitoria, aprovada na assembleia do dia 30 de julho, que externa a discordância da categoria com as alterações da remuneração das atividades relacionadas a cursos de capacitação da PROGEPE. No dia 15 de agosto, o Sintufejuf entregou à PROGEPE um ofício contendo as propostas de alteração, no entanto, até o momento não há resposta da reitoria.

Foi discutida também a abertura das reuniões do Conselho Superior da UFJF – CONSU. Um documento com as propostas de alterações no regimento interno do CONSU foi construído por uma comissão institucional para ser apresentado ao conselho. Durante assembleia realizada no dia 03 de julho, a categoria fez contribuições para o documento. Entre as sugestões está a criação de um artigo específico para tratar da transparência/publicidade. A proposta elaborada pela comissão responsável está pronta, e será enviada aos membros do CONSU para que entre em pauta nas próximas reuniões.

A política de afastamento para qualificação e capacitação também foi pautada na reunião. Em dezembro de 2017, foi criada uma comissão pelo CONSU, atendendo a pauta da greve do TAEs. Nomeada em agosto, após cobrança do Sintufejuf, esta comissão já está trabalhando na proposta que será enviada para deliberação do Conselho Superior.

Em relação à alimentação dos trabalhadores do Hospital Universitário, a administração da UFJF vai participar das discussões com a direção do HU para discutir o retorno dos serviços de alimentação. Já sobre a manutenção do preço do Restaurante universitário (RU) para os trabalhadores da UFJF, foi informado que o debate sobre o regimento do RU ainda não está na pauta do CONSU. O prazo negociado entre o Comando de Greve (instalado na greve dos TAEs em 2017) e a reitoria se esgotou em junho, desde então, o Sintufejuf vem cobrando novo adiamento do prazo.

Sobre a abertura do portão que dá acesso do Sindicato ao pátio do Museu de Artes Murilo Mendes (MAMM), a coordenação de segurança da UFJF enviou ao museu, uma solicitação de abertura do portão, por motivos de segurança. O Conselho irá analisar o pedido.

O Sintufejuf cobrou também explicações sobre o cálculo do adicional noturno e da hora noturna dos trabalhadores do HU. Na ocasião, a reitoria se comprometeu, juntamente com a equipe técnica responsável, em ir ao HU explicar o cálculo e esclarecer as dúvidas dos trabalhadores.

Entre as pautas atendidas, está a instalação do Fórum da Diversidade, no dia 28 de agosto, quando foram definidas as representantes e os representantes de cada segmento da comunidade acadêmica para elaboração da política de ações afirmativas da UFJF. A instalação do fórum fez parte da pauta local da greve de 2017.

A reunião tratou ainda da recente publicação da instrução normativa (IN) número 2 do MPDG. O reitor Marcus David disse ao Sintufejuf que estava encaminhando a IN para análise da comissão de flexibilização.

SINTUFEJUF

SINTUFEJUF